Nascido em Albany, Nova York, William Henry Johnson jamais poderia imaginar a enrascada que entraria em 1918. Perto da meia-noite do dia 15 de maio daquele ano, o jovem norte-americano estava cumprindo sua função de cobrir uma ponte na Floresta Argonne em Champagne, na França, durante a Primeira Guerra Mundial.

Ao seu lado estava Needham Roberts, um colega soldado que havia se alistado com ele para a Guarda Nacional de Nova York alguns meses antes e que naquele dia havia sido selecionado para ajudar o exército francês no conflito armado. Durante a madrugada, Johnson passou a ouvir múltiplos ruídos por perto e foi aí que a noite tomou outro rumo.

Leia mais…

Nascido em Albany, Nova York, William Henry Johnson jamais poderia imaginar a enrascada que entraria em 1918. Perto da meia-noite do dia 15 de maio daquele ano, o jovem norte-americano estava cumprindo sua função de cobrir uma ponte na Floresta Argonne em Champagne, na França, durante a Primeira Guerra Mundial.Ao seu lado estava Needham Roberts, um colega soldado que havia se alistado com ele para a Guarda Nacional de Nova York alguns meses antes e que naquele dia havia sido selecionado para ajudar o exército francês no conflito armado. Durante a madrugada, Johnson passou a ouvir múltiplos ruídos por perto e foi aí que a noite tomou outro rumo.Leia mais…

By