Este é o segundo aumento consecutivo

O banco ressaltou em seu comunicado que, embora a atividade econômica geral tenha diminuído no primeiro trimestre, os gastos das famílias e o investimento fixo das empresas permaneceram fortes

O Federal Reserve, o Banco Central norte-americano, elevou em 0,5 ponto percentual as taxas de juros, para o intervalo entre 0,75% e 1%. É o segundo aumento consecutivo. Na reunião de março, a autoridade monetária já havia elevado as taxas em 0,25 ponto percentual, primeiro aumento realizado desde 2018. O banco ressaltou em seu comunicado que, embora a atividade econômica geral tenha diminuído no primeiro trimestre, os gastos das famílias e o investimento fixo das empresas permaneceram fortes.

“Os ganhos de emprego foram robustos nos últimos meses e a taxa de desemprego diminuiu substancialmente. A inflação permanece elevada, refletindo desequilíbrios de oferta e demanda relacionados à pandemia, preços mais altos de energia e pressões mais amplas sobre os preços”, revela o Fed. A autoridade monetária também comentou os desdobramentos que a guerra entre Rússia e Ucrânia e os lockdowns na China podem exercer na economia do país. “A invasão e os eventos relacionados estão criando uma pressão ascendente adicional sobre a inflação e provavelmente pesarão sobre a atividade econômica. Além disso, os bloqueios relacionados ao Covid na China provavelmente exacerbarão as interrupções na cadeia de suprimentos. O Comitê está altamente atento aos riscos inflacionários”, destacaram os membros do Fed.

Este é o segundo aumento consecutivoMundo

By

Deixe uma resposta