Botafogo-PB se manifesta sobre caso de racismo na final do Paraibano: ‘Jamais iremos compactuar’

O Botafogo-PB emitiu uma nota oficial, na tarde desta segunda-feira (16), repudiando o caso de injúria racial na partida de ida da final do Campeonato Paraibano. Na derrota por 2×1 para o Campinense, um torcedor botafoguense foi acusado de chamar um adversário de “macaco”.

Em comunicado, o Alvinegro da Estrela Vermelha afirmou que “nunca compactou e jamais irá compactuar com gestos ou falas de cunho preconceituoso, sobretudo racistas”. O clube também revelou que o torcedor foi identificado no vídeo e foi registrado um boletim de ocorrência na polícia, para que o caso seja investigado. O perfil oficial no Twitter da torcida “Setor 31 – A Barra Alvinegra” também repudiou o episódio e publicou o vídeo do momento.

Veja o vídeo:

No jogo de ontem esse verme estava na bandada e além de falar, fez gestos racistas (segue vídeo).

No Belo e no Almeidão, não tem espaço pra racista!
Se a gente ver qualquer um com essas atitudes perto dos tirantes, nossas atitudes serão tomadas e a cobrança é sem pena. pic.twitter.com/S7UW2Y4BNW

— Setor 31 – A Barra Alvinegra (@setor31)
May 15, 2022



Confira nota oficial do Botafogo-PB:

Diante de um episódio de racismo flagrado por um cinegrafista amador na arquibancada do Almeidão na primeira partida da final do Paraibano 2022, o Botafogo Futebol Clube vem a público se pronunciar sobre o caso e prestar esclarecimentos aos torcedores e torcedoras

O Botafogo Futebol Clube nunca compactou e jamais irá compactuar com gestos ou falas de cunho preconceituoso, sobretudo racistas. O nosso clube é do povo, o nosso clube é plural. A nossa força vem da nossas diferenças unidas pelo alvinegro da estrela vermelha, não há mais espaço para reprodução de qualquer tipo de preconceito na nossa arquibancada.

O torcedor identificado no vídeo foi devidamente representado pelo clube, com registro de um Boletim de Ocorrência junto às autoridades policiais, com entrega do vídeo, para que o caso seja investigado pela polícia. Diante das imagens que não deixam dúvidas, o Botafogo Futebol Clube, administrativamente, abriu um processo para exclusão do torcedor, já identificado, dos quadros de sócios do clube, respeitando o que ordena o nosso estatuto.

O Botafogo Futebol Clube reitera que, desde que tomou conhecimento do fato, quando o vídeo foi divulgado nas redes sociais, tem trabalhado para tomar as medidas cabíveis de forma enérgica, porém, dentro do que mandam a lei e o nosso estatuto. Por fim, o clube espera que o episódio vexatório registrado no sábado e as consequências a partir dele sirvam de lição a todos, na nossa e nas demais torcidas.

O futebol é de todos e todas, antes e muito mais agora, não há espaço para o racismo.

Diretoria Executiva – Botafogo Futebol Clube

By